Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora
Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora

Que o cérebro humano é uma máquina complexa todos sabemos, no entanto para o bom funcionamento, toda máquina em algum momento necessita de uma pausa. No período de sono completo o cérebro humano é capaz de dormir? Entenda a seguir.

O cérebro humano é uma máquina complexa de criação de padrões, ações do dia a dia como escovar os dentes, o modo de se vestir ou até mesmo abrir a porta são feitas sempre da mesma forma. Isso ocorre pois com tais padrões no cérebro transcorre uma economia de energia.

No entanto para as demais ações há um gasto maior de energia e o cérebro necessita descansar, esse descanso ocorre de forma integral?

Relação cérebro e o sono

O sono completo é uma parte importante para diversas funções cerebrais, incluindo a comunicação entre os neurônios, nesse período de relaxamento o cérebro humano se mantém ativo, portanto não “dorme” e sua atividade influencia em todo tipo de tecido e sistema do corpo. Uma boa noite de sono completo garante um bom desempenho cotidiano.

Sonhos noturnos

Um ponto que reflete o funcionamento do cérebro humano são os sonhos noturnos. Grande parte das pessoas sonham, isso ocorre cerca de duas horas por noite, geralmente no sono REM.

Ainda não foi encontrada respostas exatas para os sonhos noturnos, mas em sua maioria refletem emoções e acontecimentos do dia. Pessoas que sofrem com ansiedade e estresse tendem a ter pesadelos.

De acordo com a segunda edição de 2015 da revista Sono publicada pela Associação Brasileira do Sono, o mais importante do sonho noturno é permitir que o indivíduo relacione o fato com a emoção que ele vive no momento

“Por exemplo: uma pessoa pode estar se sentindo ameaçada e oprimida porque está em uma empresa com um chefe novo que está demitindo vários funcionários. Daí no seu sonho surge um leão e ela vive essa opressão que já estava sentindo, mas que no dia a dia não se dava conta dela. Essa desarmonia provocada pelo conteúdo onírico pode ajudar a pessoa a ter consciência de uma emoção até então não reconhecida”.

Explica a psicóloga clínica Silvia Gonçalves Conway, especialista no tratamento de insônia, traumas e transtornos de estresse pós-traumático.

Descansando a mente

Algumas técnicas de relaxamento podem auxiliar a descansar a mente, como:

  • Yoga

Num conceito amplo, yoga se refere à prática de posturas, exercícios físicos e meditações. Os diferentes métodos existentes além do relaxamento proporcionam saúde, bem-estar e autoconhecimento.

  • Meditação

Do latim “meditare” que significa “voltar-se ao seu centro” pode ser definido como a ação em que o indivíduo foca sua mente em algum pensamento particular cujo objetivo é alcançar um estado de clareza emocional e mental.

  • Hábitos saudáveis

Hábitos saudáveis como uma boa alimentação, prática de exercícios físicos e organização garantem que você irá descansar a mente.

  • Hobbies

Com todo o estresse do dia-a-dia, os hobbies tornam-se uma válvula de escape. Toda e qualquer atividade a que se julga prazerosa irá gerar um relaxamento, seja pintura, ouvir música, assistir filmes, praticar esportes, dançar, cozinhar, entre outras coisas.

Antes de dormir

  • Defina um horário para dormir;

Esse hábito é importante para a regularização do sono.

  • Evitar cafeína, nicotina e bebidas alcoólicas;

Tais substâncias garantem efeitos que acabam prejudicando o sono e consequentemente o relaxamento da mente.

  • Ambientes calmos e adequados

Ambientes adequados com poucas luzes e sons proporcionam uma maior facilidade para descansar a mente.

A aplicação das técnicas em questão garantem o relaxamento ideal para descansar a mente e asseguram uma boa qualidade de vida, mas sempre fique atento aos sinais que remetem aos distúrbios do sono e procure um auxílio médico.

 

Por Alexandra Almeida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here