Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora
Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora

Problemas de sono há muito tempo ocupam um lugar secundário nos estudos sobre autismo, até porque os médicos e os pais estão atentos para outras prioridades maiores. Como resultado, quase tudo o que qualquer um pode dizer com certeza é que insônia em autistas é algo recorrente e um tanto complicado de resolver.

insônia em autistas menina

Para entender a ocorrência da insônia em autistas, não deixe de ler esse artigo!

A incidência da insônia em autistas

O sono é um grande problema para muitos adultos e crianças que foram diagnosticadas com autismo. Estudos recentes sugerem que até 80% dos jovens com autismo também têm dificuldade em cair no sono e / ou permanecer dormindo à noite.

insônia em autistas menino

A taxa de incidência de insônia em autistas é relativamente grande. Aliás, não somente, particularmente aqueles que são classificados como “de baixo funcionamento”. A falta de sono pode exacerbar algumas das características comportamentais do autismo, como hiperatividade, agressividade e falta de concentração.

Como resultado, as pessoas com autismo que têm dificuldade em dormir podem ter dificuldades no trabalho ou na sala de aula.

Como a insônia em autistas afeta a vida dos mesmos?

Pais relatam problemas de sono em crianças com autismo, alcançando uma taxa que varia de 50% a 80%.Em comparação, essa taxa caiu entre 9% e 50% para crianças que não tinham sido diagnosticadas com autismo. A taxa para crianças com autismo também foi maior do que a taxa para crianças com deficiências de desenvolvimento sem autismo.

Os distúrbios do sono mais comuns entre adultos e crianças com autismo são:

  • Dificuldade de pegar no sono
  • Dificuldade de permanecer dormindo durante a noite
  • Acordar de manhã cedo
  • Ter sono curto
  • Fragmentação do sono, caracterizada por padrões de sono erráticos durante a noite
  • Ansiedade aumentada em torno da hora de dormir
  • Sonolência diurna excessiva

A insônia em autistas, sejam eles crianças ou adultos, é o distúrbio do sono mais comum entre as pessoas com esse transtorno. Ela é definida como a dificuldade em cair e / ou permanecer dormindo em uma noite ou metade de uma noite por um período de mais de um mês.

De que modo tratar a insônia em autistas?

Vamos fornecer adiante alguns dos medicamentos e suplementos possíveis para tratar a insônia em autistas:

  • Não-benzodiazepínicos

É um consenso geral na comunidade médica que os remédios não-benzodiazepínicos, como, por exemplo, Sonata e Zoplicona, são bons para o tratamento de problemas do sono, sem com isso mexer na arquitetura cerebral.

  • 5HTP

Ao contrário da Sonata e Zoplicona, que são artificiais, o 5HTP é um suplemento totalmente natural e portanto não gera nenhum efeito colateral e nem tem nenhuma contra-indicação. Ele causa uma gostosa sensação de bem-estar e relaxamento, favorecendo o surgimento do sono.

  • Melatonina

A melatonina é outro suplemento sensacional, que auxilia na indução do sono e na obtenção de um sono duradouro e profundo, verdadeiramente refazedor.

Acabando com a insônia em autistas

Acabe com a insônia em autistas estimulando-os a consumir 5HTP e melatonina! Esses dois suplementos não provocam nenhuma alteração negativa, pelo contrário: ajudam essas pessoas a ter mais qualidade de vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here