Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora
Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora

Já tratei aqui sobre os traumas psicológicos e sua relação com a insônia, agora vamos ver um pouco mais sobre os traumas físicos, como acontecem, qual a relação com a insônia e como superá-los.

Um trauma físico é gerado por objetos externos ao corpo e é caracterizado por alguma agressão ou estresse físico sofrido que gera contusões, feridas, luxações, perfurações na pele ou em tecidos e órgãos internos.

Eles podem acontecer em situações diversas, não somente em ambientes de risco. Os traumas estão dentro das maiores causas de morte no Brasil, especificamente os oriundos dos acidentes de trânsito.

A página Albert Einstein confirma essa estatística, dizem que os acidentes automobilísticos estão entre as primeiras causas de morte de jovens de 15 à 29 anos de idade.

Quem passa por qualquer tipo de estresse físico demora alguns dias para se recuperar, e essa recuperação pode ser dolorida e apresentar complicações momentâneas ou duradouras, entretanto há como se desviar dos sintomas.

O estresse físico causado por acidentes

Quando o corpo humano é submetido a algum estresse físico, seja um grande susto, um momento de tensão, euforia, ou medo, é liberado grandes níveis de adrenalina no corpo.

Essa substância dá a famosa sensação de frio na barriga, e em grandes momentos de tensão não deixa o corpo humano sentir dor, mesmo que exista uma lesão.

Procedimento para traumas físicos

Ao chegar ao hospital com algum trauma, as pessoas são examinadas e muitas vezes não estão sentindo dor devido à esse pico de adrenalina.

O profissional de saúde responsável o submeterá a diversos procedimentos, analisando as funções corporais, como a respiração e circulação sanguínea.

A lesão é tratada após ou durante esses exames, dependendo da gravidade, e depois os tratamentos e procedimentos são seguidos de acordo com o médico.

Após tomada as medidas necessárias, os pacientes precisam se recuperar, e para isso é necessário tempo, medicações e o que mais for passado pelos especialistas.

O corpo não se recupera instantaneamente, mesmo com todo o avanço da medicina demora um período para a recuperação, até para ferimentos simples, e pode ser doloroso o processo.

Existe ainda a adaptação da vítima, ela tem a necessidade mudar ações do dia a dia por causa do ocorrido.

Um exemplo é quem fratura algum osso do braço e usa a tala de gesso para tratamento. Muitas vezes essa pessoa precisará dormir virada para um lado só, terá que embrulhar o braço para não molhar ao tomar banho e, se for o braço que mais usa, certamente existirá dificuldade para alimentar-se e realizar atividades simples.

 

A insônia e os traumas físicos

Como dito, uma alteração ocorrida no corpo devido algum ferimento, acarretará em diversas consequências.

Usando o mesmo exemplo acima, uma pessoa com braço fraturado terá dificuldade para dormir e precisará adaptar-se a isso.  

A limitação de locomoção e movimentos não são os únicos malefícios de quem sofre por esses motivos, e então se pode estabelecer a relação entre a insônia e os traumas físicos.

Não se preocupe se a não adaptação te privar de uma boa noite de sono, pois você se recuperará, mas se o problema persistir após a recuperação, procure seu médico e se informe a respeito dos melhores tratamentos para se caso.

 

Por Jean Araújo


Leia também: Como ter boas noites de sono e aumentar a qualidade de vida?

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here